De volta aos carros após experiência com os UTVs no SARR da Argentina, Gunter Hinkelmann viveu
dia de adaptação ao equipamento e ao navegador Daniel Spolidorio, em especial bastante exigente

Dos desertos argentinos para as serras mineiras. Superado o desafio do South American Rally Race (SARR), a equipe MSL Rally virou a chave para o Brasileiro de Rally Cross-Country e sua primeira etapa, o Rally Minas Brasil, nos caminhos em torno de Araxá (Triângulo Mineiro). A prova teve início nesta quarta-feira (08) e termina no sábado (11).

E traz uma série de novidades no time: o UTV deu lugar a uma picape Ford Ranger V8 T1 preparada pela X Rally. Mudança também na cabine: por compromissos profissionais, o navegador Filipe Bianchini foi substituído por Daniel Spolidorio ao lado do piloto Gunter Hinkelmann.

Era natural que os primeiros quilômetros da prova fossem de adaptação ao equipamento e entrosamento piloto/navegador. Na primeira etapa do Minas Brasil, com uma especial cronometrada de 202 quilômetros, Gunter e Daniel ficaram com a sexta posição na geral dos carros e a terceira na categoria T1 FIA.

Trechos pedregosos desafiaram Gunter e Daniel na primeira etapa do Minas Brasil (Doni Castilho/DFotos)

Se as duplas enfrentaram chuva no prólogo de quarta-feira (08), a quinta (09) foi de sol forte e calor. A etapa levou os competidores de Araxá a Pratinha, retornando ao parque de apoio, montado no Grande Hotel e Termas de Araxá. A especial foi marcada por trechos de erosão, com o piso bastante castigado; outros mais velozes, além da travessia de uma serra, com subidas e descidas. Um dia bastante exigente.

“Foi uma prova dura, os primeiros 60, 70 quilômetros muito sinuosos, com erosões, abismos e precisamos cuidar do carro, ser mais conservadores. Depois mudamos um pouco a estratégia nas partes mais rápidas e conseguimos encaixar um ritmo mais forte. Ela exigiu muito do piloto e a navegação também foi difícil em alguns trechos, mas viemos bem”, resumiu Spolidorio.

Para Gunter, a expectativa é de evoluir na classificação nos dois dias restantes do rally. “Além de estar vindo do UTV, há muito tempo eu não pilotava esse carro e o primeiro objetivo hoje foi ganhar intimidade com ele e entender suas reações. O entendimento com o Daniel melhora a cada quilômetro e temos tudo para ser mais rápidos no decorrer da prova”.

Nesta sexta-feira (09) a segunda e penúltima etapa do Rally Minas Brasil terá 183 quilômetros cronometrados e promete ser mais veloz que a primeira, embora também com serras, partes sinuosas e trial (os trechos com pedras e piso irregular).

Depois de um dia de adaptação, expectativa da MSL Rally é de um ritmo mais forte (Fernando Genaro/DFotos)

5º Rally Minas Brasil
Primeira etapa (202km)

Resultado e classificação geral

Carros

1. Rodrigo Aché / Kaíque Bentivoglio (Ford Ranger V8 T1 / X Rally) 2h32min24
2. Marcos Baumgart / Beco Andreotti (Ford Ranger V8 T1 / X Rally) 2h40min36
3. Glauber Fontoura / Marcos Panstein (Toyota Hilux V8 T1 FIA / FD Rally) 2h40min43
4. Marcos Moraes / Fábio Pedroso (Polaris RZR Pro P / MEM) 2h41min08
5. Mauro Guedes / Flávio França (Ford Ranger V8 T1 / X Rally) 2h43min00
6. Gunter Hinkelmann / Daniel Spolidorio (Ford Ranger V8 T1 / MSL Rally) 2h50min41

A MSL Rally representa a MSL Corporate. Para saber mais acesse www.mslcorporate.com. Conta com apoio de Sparco e Motul

Comentários estão encerrados