Araxá, 14 de Novembro 2019
Clima Agora
°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Polícia

Publicado em:11/10/2019
:: Plantão Policial :: Homem de 48 anos é esfaqueado e morre na Avenida João Paulo II. Confira
Um suspeito foi preso pela Polícia Militar e confessou o crime. Jucie era natutal da cidade de Exú em Pernambuco

PMs e Corpo de Bombeiros no atendimento da ocorrência. Foto Redes Sociais

Um homem de 48 anos, identificado como sendo Jucie Martins Bezerra foi assassinado na noite de quarta-feira, dia 9, na Avenida Joâo Paulo II na confluência com a Rua Capitão José Porfírio. A Polícia Militar foi acionada por volta das 20h e, chegando no local, constatou que a vítima já se encontrava sem vida. A via ficou interditada enquanto as equipes do Corpo de Bombeiros, Polícias Militar e Civil apuravam os fatos. Um suspeito de cometer o crime foi preso e em depoimento confessou a autoria do delito. Jucie era natural da cidade de Exú, em Pernambuco e residia em Araxá.

De acordo com o boletim de ocorrências confeccionado pelo 37º BPM, testemunhas informaram terem ouvido gritos, aparentado que havia algumas pessoas discutindo. A Perícia Técnica da Polícia Civil esteve no local e realizou seus trabalhos, sendo constado ferimentos perfuro cortantes na região torácica e costas, causados por faca. Após diligências, e com apoio da equipe do Videomonitoramento, foi verificado que minutos antes do fato, a vítima estava acompanhada de dois indivíduos, A.M.S e D.S, os quais foram localizados.

Estes dois indivíduos, ainda conforme o B.O., relataram que estavam no mototaxi onde a vítima residia aos fundos e que iriam usar crack, momento em que se iniciou uma briga com o autor R.J de 32 anos, também morador do local, que não queria que eles usassem crack ali. Neste momento, os dois indivíduos saíram do local e não viram o que aconteceu. A Polícia Militar deslocou até o imóvel aos fundos do mototaxi onde encontrou o autor R.J que confessou o crime. Ele relatou que realmente discutiu com a vítima que lhe ameaçou com uma faca (que não foi localizada) e que para não sofrer algum ataque, pegou uma faca e golpeou a vítima pelas costas na Avenida João Paulo II, subindo sentido à rua Capitão José Porfírio, ainda brigando, onde golpeou a vítima mais algumas vezes, saiu correndo e jogou a faca em uma lixeira na rua Ipiaó, tendo se escondido. Segundo o autor, após verificar que não havia mais viaturas no local, voltou para os fundos do mototaxi, lavou suas roupas e foi dormir. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão a R.J por homicídio. As roupas utilizadas pelo autor (que foram lavadas) foram apreendidas, juntamente com um tênis com marcas de sangue. A faca utilizada no crime foi localizada e também apreendida.

C/ Ascom/PM