Araxá, 23 de Outubro 2019
Clima Agora
°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Esportes

Publicado em:25/04/2019
:: Mountain Bike :: Contagem Regressiva - Maratona abre etapa de Araxá da CIMTB Michelin
Organizador afirma que prova pode deixar etapa mais tática. Mais de 1 mil atletas estão inscritos na etapa

Categoria Maratona foi exigência da União Ciclística Internacional (UCI)

Vai ser dada a largada na Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) e desta vez com uma novidade. A Maratona é mais um estágio inserido para a Super Elite. Os monstros do mountain bike brasileiro irão pedalar cerca de 62 km nas estradas que retornam o Complexo do Barreiro, local onde o Tauá Grande Hotel está instalado. A largada acontece nesta quinta-feira (25) às 14h e pode mudar o cenário da etapa.

A inserção da Maratona nos estágios da Super Elite foi uma exigência da União Ciclística Internacional (UCI). “Houve uma mudança no regulamento internacional. Como a prova de Araxá é uma das três únicas do mundo a ter essa classificação e essa pontuação no ranking mundial e no ciclo Olímpico, fomos obrigados a colocar uma prova de Maratona no primeiro dia de competição”, explicou o organizador Rogério Bernardes. “A prova vai balizar os próximos dias para definir quem vai ser o campeão, já que essa decisão é feita com o menor tempo acumulado nos quatro dias”, comentou.

Segundo Rogério, essa mudança pode mudar o cenário da etapa. “É um dia a mais de competição e uma prova de longa duração. Então, nos últimos anos, como as provas eram mais explosivas, a diferença entre os primeiros colocados eram poucos segundos no acumulado e com a Maratona, as distancias podem ser maiores. Então, vai ser uma prova muito mais tática, o atleta vai ter que atacar mais e se programar para competir com seus adversários. Vai dar uma dinâmica na prova completamente diferente”, finalizou o organizador.

Mais de 1 mil atletas em Araxá

A Maratona vai abrir uma sequência de competições no Complexo do Barreiro, em torno do Tauá Grande Hotel. Ao todo, mais de 1 mil atletas, divididos em quase 30 categorias, pedalarão o Cross Country Olímpico (XCO) que teve o percurso repaginado este ano. Com novidades no trecho mais tradicional, o Descidão Dona Beja, todas as categorias passarão pelo local. Outros locais também tiveram melhorias e uma ponte foi construída próximo ao bolsão de largada para dar vazão para o público.

É neste local onde está localizado também a área kids e a pista de Test Ride, onde irá acontecer a corrida da categoria Mirim. Área de alimentação e Beer Truck estão instalados no evento para dar mais conforto e comodidade ao público.

Pneus Michelin na Etapa de Araxá

Os pneus MICHELIN destinados ao Cross Country Olímpico (XCO) são o MICHELIN Force XC, MICHELIN Jet XCR e MICHELIN Force AM. Com aros de 26, 27,5 e 29, os pneus possuem tecnologia Gum-X, que oferece maior intensidade com a combinação de três borrachas especiais: tração externa, camada base de composto de corrida e aderência lateral.

O MICHELIN Jet XCR, projetado para competição, foi testado e aprovado pela equipe líder do Mundial de 2016 BH SR SUNTOUR-KMC, que tinha entre os atletas o francês Maxime Marotte, 4º lugar nos Jogos Olímpicos 2016. Com a carcaça Race Shield e com fibras de alta densidade 3×150 TPI, o pneu oferece velocidade tração e aderência.

A linha MICHELIN Force XC, também projetada para competição, promete uma durabilidade maior graças à carcaça de proteção Cross Shield, o que aumenta a força com fibras de alta densidade 3×110 TPI.

Indicado para Trail e All Mountain e com carcaça cruzada de alta densidade, o MICHELIN Force AM e MICHELIN Wild Am possuem carcaça 3×60 TPI com uma camada de reforço de alta densidade para maior aderência e reforço. Oferece máxima aderência para uso competitivo e mais confiança nos passeios.

Michelin

A Michelin, líder do segmento de pneus, se dedica ao desenvolvimento da mobilidade de seus clientes, de forma sustentável, criando e distribuindo os pneus, serviços e soluções mais adequados às suas necessidades; fornecendo serviços digitais, mapas e guias, para ajudá-los tonar suas viagens experiências únicas; e desenvolvendo materiais de alta tecnologia, que atendem à indústria da mobilidade. Sediada em Clermont-Ferrand (França), a Michelin está presente em 170 países, emprega 114.100 pessoas em todo o mundo e dispõe de 70 centros de produção implantados em 17 países diferentes que fabricaram 190 milhões de pneus em 2017.

Sense Bike

Parte da Lagoa Participações, a Sense Bike foi criada em 2009, com o sonho de construir uma marca de bicicletas feita por apaixonados para apaixonados, com padrão internacional, foco em desenvolvimento e indústria de ponta. Com o objetivo inicial de atender às demandas voltadas para a mobilidade urbana, tornou-se referência no mercado no desenvolvimento de bicicletas elétricas.

Em 2014, foi inaugurada a fábrica em Manaus, que possibilitou o início da produção de quadros, bem como a montagem de bicicletas elétricas e convencionais (mountain bike, urbana e road), com o que existe de mais inovador em tecnologia. Em abril de 2018, a Sense Bike comprou a Swift Carbon Global, importante fabricante mundial de bikes em fibra de carbono, com operação industrial na cidade do Porto (Portugal). A marca também é patrocinadora de uma das equipes mais importantes do MTB nacional – a Sense Factory Racing, que já conquistou grandes títulos em competições nacionais e internacionais.

CIMTB Michelin 2019

A CIMTB Michelin conta pontos para o ranking mundial, da União Ciclística Internacional (UCI), fazendo parte do ciclo Olímpico Tóquio 2020, ranking Brasileiro e estaduais.

Copa Internacional de Mountain Bike comemora a 24ª Edição em 2019. O evento tem patrocínio da Michelin, o pneu oficial da competição, e Co-Patrocinio da Sense Bike.

C/ Ascom