Jornal Araxá
Araxá, 20 de Agosto 2018
Clima Agora
15°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Agronegócios

Publicado em:13/04/2018
:: ExpoAraxá :: Araxá sedia etapa classificatória para o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal
Serão selecionados os cinco melhores queijos para o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal, em São Roque

Tradicional concurso estadual é uma das atrações da ExpoAraxá 2018

Quinze produtores vão participar da etapa classificatória do Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal, que será realizada em Araxá, no Alto Paranaíba. O evento acontece na tarde desta sexta-feira, dia 13 de abril, a partir das 15h, e faz parte da programação da 44ª EXPOARAXÁ.

A iniciativa é da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Emater-MG, Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e Prefeitura de Araxá. Os participantes têm as queijarias cadastradas no IMA.

Os queijos serão avaliados de acordo com os critérios: apresentação, cor, textura, consistência, paladar e olfato. A comissão julgadora será composta por cinco membros. Serão selecionados os cinco melhores queijos para o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal, que acontece no próximo dia 2 de junho, em São Roque de Minas, Centro Oeste mineiro.

“Essa etapa é importante para divulgar o produto junto a sociedade, uma vez que ocorre dentro de um dos maiores eventos de Araxá. A visibilidade é grande. Além disso, haverá divulgação em todos os tipos de mídia, o que vai valorizar o produto e o produtor”, diz a extensionista da Emater-MG, Silvia de Lima Passos.

A região identificada como produtora de Queijo Minas Artesanal Araxá é formada por 11 municípios: Araxá, Campos Altos, Conquista, Ibiá, Pedrinópolis, Perdizes, Pratinha, Sacramento, Santa Juliana, Tapira e Uberaba. Ao todo são 24 produtores cadastrados no IMA e a produção mensal é de 15 toneladas.

A Emater-MG oferece suporte técnico a todos os produtores de Queijo Minas Artesanal da região, visando principalmente garantir a qualidade e segurança alimentar do produto, além da melhoria de renda e qualidade de vida dos produtores.

O Queijo Minas Artesanal é fabricado em sete microrregiões mineiras, caracterizadas: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serro e Triângulo Mineiro. O reconhecimento das regiões é respaldado por estudos que avaliam o processo de fabricação e as características peculiares do local de origem, como a história, a economia, a cultura e o clima, entre outros.

De acordo com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), órgão estadual credenciado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), atualmente há 268 produtores mineiros cadastrados, aptos para a produção de Queijo Minas Artesanal e habilitados para vender dentro do território mineiro.


Serão selecionados os cinco melhores queijos para o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal, em São Roque

Quinze produtores vão participar da etapa classificatória do Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal, que será realizada em Araxá, no Alto Paranaíba. O evento acontece na tarde desta sexta-feira, dia 13 de abril, a partir das 15h, e faz parte da programação da 44ª EXPOARAXÁ.

A iniciativa é da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Emater-MG, Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e Prefeitura de Araxá. Os participantes têm as queijarias cadastradas no IMA.

Os queijos serão avaliados de acordo com os critérios: apresentação, cor, textura, consistência, paladar e olfato. A comissão julgadora será composta por cinco membros. Serão selecionados os cinco melhores queijos para o Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal, que acontece no próximo dia 2 de junho, em São Roque de Minas, Centro Oeste mineiro.

“Essa etapa é importante para divulgar o produto junto a sociedade, uma vez que ocorre dentro de um dos maiores eventos de Araxá. A visibilidade é grande. Além disso, haverá divulgação em todos os tipos de mídia, o que vai valorizar o produto e o produtor”, diz a extensionista da Emater-MG, Silvia de Lima Passos.

A região identificada como produtora de Queijo Minas Artesanal Araxá é formada por 11 municípios: Araxá, Campos Altos, Conquista, Ibiá, Pedrinópolis, Perdizes, Pratinha, Sacramento, Santa Juliana, Tapira e Uberaba. Ao todo são 24 produtores cadastrados no IMA e a produção mensal é de 15 toneladas.

A Emater-MG oferece suporte técnico a todos os produtores de Queijo Minas Artesanal da região, visando principalmente garantir a qualidade e segurança alimentar do produto, além da melhoria de renda e qualidade de vida dos produtores.

O Queijo Minas Artesanal é fabricado em sete microrregiões mineiras, caracterizadas: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serro e Triângulo Mineiro. O reconhecimento das regiões é respaldado por estudos que avaliam o processo de fabricação e as características peculiares do local de origem, como a história, a economia, a cultura e o clima, entre outros.

De acordo com o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), órgão estadual credenciado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), atualmente há 268 produtores mineiros cadastrados, aptos para a produção de Queijo Minas Artesanal e habilitados para vender dentro do território mineiro.