Araxá, 15 de Outubro 2018
Clima Agora
24°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Saúde e Educação

Publicado em:22/12/2017
:: Saúde :: Ser fumante não é atraente, aponta estudo internacional. Fique Ligado...
Por muito bonita que seja a pessoa, o cigarro pode mudar toda essa percepção

Recente estudo é da Universidade de Bristol, no Reino Unido. Foto Reprodução

Ser fumante não é atraente. Esta é a conclusão de um recente estudo da Universidade de Bristol, no Reino Unido, que revela que o tabagismo interfere na percepção sobre quão atraente é uma pessoa, seja ela bonita ou não.

Com o objetivo de perceber se é possível ‘adivinhar’ se uma pessoa é ou não fumante (olhando apenas para o seu rosto) e se o fato de fumar muda a forma como se olha para ela, o estudo, publicado na revista científica Royal Society Open Science contou com a participação de mais de 500 pessoas, que tiveram de avaliar os rostos de 23 protótipos de gêmeos idênticos de ambos os gêneros.

Numa primeira fase, 590 participantes compararam os rostos dos protótipos de gêmeos verdadeiros e definiram aqueles que seriam os fumantes. Numa segunda fase, 580 participantes tiveram de avaliar o quão atraentes eram os mesmos gêmeos.

Conta o The Independent que a maioria dos participantes (70%) foi capaz de dizer se se tratava ou não de uma pessoa com hábito de fumar. Além disso, a grande maioria acabou por classificar como menos atraentes os rostos dos fumantes.

O tabagismo não é apenas uma das principais causas de câncer em todo o mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), como é também um dos fatores que mais impulsiona o envelhecimento precoce (especialmente da pele), seja ele interno ou externo, com o rosto se assumindo como principal espelho deste mau hábito.