Araxá, 11 de Dezembro 2017
Clima Agora
24°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Polícia

Publicado em:07/12/2017
:: Atrás das Grades :: PM prende oito acusados de furto em loja de conveniência de Posto em Araxá
Todos os acusados foram presos e encaminhados para prestar depoimento na Delegacia de Polícia Civil de Araxá

Material apreendido pela PM foi encaminhado para DP de Araxá

No dia 07 de dezembro de 2017, por volta das 02 horas, a Polícia Militar compareceu na loja de conveniência de um posto de combustíveis na Av. Imbiara, Centro de Araxá, onde o solicitante relatou que um autor foi visto pegando vários pacotes de salaminho e um litro de catuaba e colocando dentro das vestes, e juntamente a ele estavam mais sete indivíduos que permaneciam de fora da loja e um outro que adentrou junto com o autor principal no intuito de distrair o caixa,. Logo em seguida, ainda de acordo com a ocorrência policial, todos saíram do local tomando rumo ignorado.

Após observarem as imagens do sistema interno de câmeras e as características dos autores envolvidos no furto, a Polícia Militar saiu em rastreamento e lograram êxito em localizar e prender o autor 26 anos. Chegando em sua residência com as mesmas características da filmagem, inclusive com as mesmas vestes, sendo abordado e preso em flagrante delito pelo crime de furto.

O autor relatou que os produtos furtados foram deixados na residência de um dos autores e que os demais vistos na filmagem também estavam envolvidos e todos consumiram do material furtado. De posse das informações, a Polícia Militar localizou todos os envolvidos em uma festa fazendo uso de bebida alcoólica e também dos produtos furtados. Todos os autores, sendo dois de 29 anos e os demais de 18, 24, 25, 28 e 32 anos, foram abordados e presos em flagrante delito. Também foi localizado um invólucro contendo uma substancia esverdeada semelhante a maconha e um instrumento utilizado por usuários para triturar a droga. Todos os materiais, sendo os furtados, a droga e instrumentos foram apreendidos e encaminhados juntamente com os oito autores à Delegacia de Polícia Civil.