Araxá, 12 de Dezembro 2017
Clima Agora
18°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Cidade

Publicado em:10/10/2017
:: Meio Ambiente :: Sala Verde desenvolve ações com mais de mil pessoas no primeiro semestre
Projeto criado em 2007 é gerido pelo IPDSA e realiza palestras e atividades de educação ambiental

Diversas atividades foram desenvolvidas ao longo de todo o ano

As atividades de educação ambiental desenvolvidas pela Sala Verde entre fevereiro e junho envolveram 1.015 participantes no que tange a cursos, palestras, oficinas, eventos, encontros, reuniões e campanhas.

Sob gestão do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA), o projeto foi criado em Araxá há 10 anos. A coordenação é realizada pelo biólogo e educador ambiental Rodrigo Machado Borges. “A perspectiva das atividades é potencializar espaços, estruturas e iniciativas já existentes em diversas instituições, como órgãos públicos e privados e do terceiro setor que já realizam ações com a perspectiva de democratização de informações ambientais nas regiões e com os públicos com os quais atuam”, afirma o coordenador.

Em fevereiro, a Sala Verde aproveitou as vésperas da 23ª Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) Levorin, realizada há 14 anos no Complexo do Barreiro, para realizar concurso de redação e desenhos com alunos dos 3º e 5º ano da rede municipal de educação sobre a história do ciclismo em Araxá. Com a temática “Bicicleta: um caminho para a sustentabilidade”, a ação teve participação de 200 pessoas. Os trabalhos foram avaliados Academia de Letras de Araxá e os alunos e professores orientadores vencedores ganharam bicicletas. Na ocasião, também foram realizada duas semanas de atividades de educação ambiental nas escolas.

No mês seguinte, em comemoração ao Dia Mundial da Água, foi feita parceria com o curso de Engenharia Ambiental e Sanitária do Uniaraxá para a realização de palestras com o tema “Recursos hídricos e Saneamento” durante o mês de março nas Escolas Estaduais Luiz Antônio Correia de Oliveira (Polivalente), Dom José Gaspar e Armando Santos, para aproximadamente 240 alunos. Ao final de cada palestra, alguns alunos da rede municipal foram selecionados para a participação em um projeto futuro de montagem de um vídeo que irá apresentar o panorama do saneamento no município. A turma de Educação Ambiental e Sanitária também participou de palestras sobre a situação, gestão e planejamento dos recursos hídricos. Já a turma de Pedagogia conferiu palestras com os temas de educação ambiental e desenvolvimento de projetos sobre recursos hídricos.

Com foco na arborização, o projeto “Araxá Mais Verde” foi desenvolvido em fevereiro, março e junho com alunos da Casa do Pequeno Jardineiro por meio de minicurso sobre conceitos, técnicas, e conhecimento do manual de arborização urbana do município produzido pelo IPDSA e das legislações municipais sobre o tema. Na sequência, os participantes realizaram o plantio de mudas em diversas áreas do município como na Praça Dom Bosco; em APP próximo à rua Terezinha Lemos, no bairro Alvorada; e em praça no bairro Bela Vista. Os alunos da Escola Estadual Maria de Magalhães também realizaram o minicurso e plantaram mudas em locais adequados dentro da instituição de ensino.

A temática “Turismo Sustentável” encabeçou a programação em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, em junho. Foi apresentada uma palestra sobre conceitos de turismo sustentável, diagnósticos e desafios para desenvolvimento no município de Araxá e realizada uma mesa redonda com profissionais e especialistas ligados à administração pública e ao ecoturismo. Houve a participação de 200 pessoas no Teatro Municipal. Ainda em junho, o biólogo Rodrigo Machado Ribeiro apresentou a proposta de atividade englobando os temas de ambiente urbano, consumo consciente e obsolescência planejada para uma equipe de 30 pessoas ligadas ao projeto Cientistas do Cerrado.

A conscientização institucional também está entre as pautas da Sala Verde. Recentemente foi iniciado projeto para a conscientização sobre uso racional do papel e impressão no IPDSA. São 35 participantes engajados na economia e consumo ecologicamente correto do papel.