Araxá, 23 de Outubro 2017
Clima Agora
26°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Saúde e Educação

Publicado em:29/09/2017
:: Saúde :: PMA inicia implantação do prontuário eletrônico na rede municipal. Fique Ligado
A implantação do sistema será gradativo, mas já funciona em caráter experimental na Estratégia Saúde da Família do bairro São Pedro

Prontuário eletrônico já funciona em caráter experimental no bairro São Pedro

Com foco na agilidade dos atendimentos na saúde pública, a Prefeitura de Araxá investiu na aquisição de 170 computadores para informatizar toda a rede municipal de saúde. Serão atendidas dezesseis Estratégias de Saúde da Família (ESFs) e as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Unisa, Unisul, Uninorte e Unileste, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e uma equipe de agentes comunitários de saúde. O objetivo é promover a informatização de todas as unidades municipais de saúde através de prontuário eletrônico, com integração a nível nacional. O novo sistema também possibilitará melhor controle para otimizar o recurso e minimizar os custos.

O prontuário eletrônico reúne todas as informações clínicas e administrativas do paciente, tendo como principal objetivo informatizar o fluxo de atendimento do cidadão realizado pelos profissionais de saúde. O sistema é capaz de otimizar o fluxo de atendimento das UBS, além de apoiar o processo de coordenação do cuidado do cidadão realizado pelas equipes de saúde. A Prefeitura de Araxá já adquiriu 170 computadores que permitirão uso do prontuário eletrônico nas UBSs, ESFs, UPA e para equipe de agentes comunitários de saúde.

A informatização desses processos traz benefícios importantes como: acesso rápido às informações de saúde e intervenções realizadas; melhoria na efetividade do cuidado e possível redução de custos com otimização dos recursos, além de aprimorar e automatizar o processo de envio de informações dos municípios para o Ministério da Saúde, impactando na qualificação dos sistemas de informações.

O secretário municipal de Saúde, Dr. Alonso Garcia, destaca que o prontuário eletrônico será totalmente integrado. “A vantagem é que um paciente poderá consultar em qualquer parte do país, onde constará em seu prontuário, diagnósticos e o que já foi feito. Isso facilita na condução dos casos clínicos com maior resolução dos problemas. A implantação desse sistema é algo gradual, mas já funciona em caráter experimental na ESF do bairro São Pedro. Chegaram novos computadores para continuar a implantação. No final do ano passado tivemos um treinamento, e agora uma equipe dará todas as instruções de uso e utilização dos prontuários”, detalha o secretário.

Referência técnica em Saúde Básica, a enfermeira Daniela Neves detalha que a informatização será iniciada nas Estratégias de Saúde da Família (ESFs) e, posteriormente, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Ela considera que uma das principais melhorias com a informatização será a integração da rede de atendimentos. “O município pode trabalhar os dados através de relatórios que são gerados. Através do prontuário eletrônico, os atendimentos serão facilitados com uma linguagem única dos profissionais e contribuirá para a padronização geral das redes. Teremos mais controle no estoque interno e na agenda do paciente. A informatização vem para somar muito à atenção básica”, afirma a enfermeira.