Araxá, 23 de Abril 2017
Clima Agora
16°

Pesquisar

Você está em

Notícias

Polícia

Publicado em:17/04/2017
:: Plantão Policial :: Acidente na BR-146 tira a vida de mulher de 54 anos. Fique Ligado...
Motorista de 45 anos foi indiciado pelos crimes de homicídio culposo na direção de veículo e dirigir veículo sob a influência de álcool

Acidente foi registrado no KM-120 da rodovia BR-146. Fotos Polícia Civil

O Instituto Médico Legal (IML) na pessoa do investigador Hudson Fiuza e a Perícia Técnica da Policia Civil com o perito Alexandre Almeida, ambos integrados a 2ª Delegacia Regional de Policia Civil de Araxá, sob o comando do delegado Dr. Vitor Hugo Heisleir, solicitados na manhã do feriado de sexta-feira (14), compareceram no KM-120 da rodovia BR-146, a aproximadamente 30 Km de Araxá sentido Patos de Minas, onde um grave acidente envolvendo veículos teria ocorrido, e infelizmente uma pessoa se encontrava em óbito.

No local, a Policia Rodoviária Estadual (PRE) já se encontrava realizando seus trabalhos de praxe. Segundo relatos de testemunhas arroladas no boletim de ocorrência, o veículo GM/Corsa, de cor prata, com placa HGS-0319, da cidade de Araxá ocupado por um homem de 29 anos e outro de 45 anos, seguia pela rodovia quando em determinado momento, próximo a uma curva se deslocou para o acostamento, e iniciou uma conversão a esquerda, momento em que o veículo Nissan March, de cor preta, com placa FGW-3249, da cidade de Batatais/SP, conduzido por E.J.M, de 29 anos, que seguia também pela via, não conseguiu evitar a colisão, e bateu na frente esquerda do GM/Corsa, vindo em seguida a capotar por várias vezes.

No veículo Nissan, além do condutor E.J.M, também estavam seu irmão R.F.M.R de 25 anos, e a mãe dos mesmos sendo a senhora, Dalva Maria de Melo, de 54 anos, que no acidente foi arremessada para fora do veículo, e devido aos ferimentos, não resistiu e veio a óbito no local. Em relato aos Policiais Rodoviários Estaduais e ao perito criminal, os filhos da vítima que sofreram ferimentos leves e foram socorridos por usuários da via que passavam pelo local no momento, também confirmaram as declarações das testemunhas.

Diante dos fatos foram realizados o teste do etilômetro nos envolvidos, e constatado o resultado de 0,97 mg/l e a quantidade de 1.11 mg/l, miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, sendo eles presos em flagrante e encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de Araxá.
A Perícia Criminal realizou seus trabalhos de praxe, e após seu termino, o IML removeu o corpo da senhora para o IML de Araxá, onde foi necropsiado, e em seguida liberado aos familiares para o velório e sepultamento, que foi realizado na cidade de Batatais, no interior do Estado de São Paulo.

O delegado de plantão do dia, Dr. Renato de Alcino Vieira, que hoje é responsável pela Detran de Araxá, juntamente com sua equipe, após ouvir todas as partes envolvidas, concluiu mediante confissão dos indivíduos, que o homem de 45 anos é quem estava na direção do veículo, e por medo de perder seu emprego em uma empresa que presta serviços em uma mineradora de Araxá, mentiu no momento dos fatos aos militares, e que quem estava na direção, era o passageiro de 29 anos, confessaram também que passaram a noite toda, fazendo uso de bebida alcoólica.

Diante dos fatos o homem de 45 anos, foi indiciado pelos crimes de homicídio culposo na direção de veículo e dirigir veículo sob a influência de álcool, não sendo dado a ele o direito de pagamento de fiança, sendo em seguida o mesmo encaminhado ao Presidio de Araxá, onde permanecera à disposição da justiça. Em relação ao passageiro, o delegado entendeu que ele não teve participação efetiva no acidente, pois não estava na direção do veículo, sendo ele liberado.