Araxá, 20 de Outubro 2017
Clima Agora
26°

Pesquisar

Você está em

Colunas

Fé e Adoração

Publicado em:29/11/2016
:: Coluna Fé e Adoração :: Padre Ezequiel Dal Pozzo estreia coluna semanal no JA. Confira...

Padre Ezequiel Dal Pozzo é cantor e compositor. Foto Divulgação

Eu acredito na força da Palavra!

É uma honra poder falar com vocês, a partir de hoje internautas do Jornal Araxá. Eu acredito muito na força da palavra. Acredito na comunicação.

O que mesmo faz o ser humano feliz? Uma pessoa pode ter aparentemente tudo, mas terá pouca alegria se não for atingida pela palavra. É a palavra que constrói o ser humano e nos faz compreender o que somos. É através dela que, desde cedo, aprendemos o que é certo e errado, o que devíamos seguir ou não para sermos felizes. Somos resultado da palavra desde o ventre materno. Acolhemos as manifestações de amor ou agressividade de nossos pais desde o princípio. Na escola, nos relacionamentos, com amigos, na empresa, a construção da vida passa pela mediação da palavra.
E as atitudes? Não somos formados também pelas atitudes que presenciamos e pelas nossas próprias atitudes? As atitudes expressam um jeito de compreender a vida. As atitudes também são comunicação. Elas expressam o que somos. E o que somos é o resultado das muitas palavras que ouvimos, atitudes que presenciamos, experiências que nos tocaram e foram nos formando.

Ainda, o que somos é resultado daquilo que nós mesmos fizemos por nós e daquilo que outros fizeram por nós. Por isso, a palavra que ouvimos e as atitudes que presenciamos formam o nosso jeito de compreender a vida e de viver a vida.

Normalmente, a pessoa não vive uma vida diferente daquilo que aprendeu. Alguém pode até dizer: “mas eu ensinei diferente para esse meu filho”. Mas o que garante que aquilo que você quis ensinar ele, de fato, aprendeu? Vai perceber somente observando a vida que ele vive. Por isso, dá para dizer que a vida se constrói pela mediação da palavra. E mais, a vida feliz acontece pela força da palavra boa que eu recebo. Não há sentido para a vida sem o alimento da boa comunicação. Não basta falar a verdade. É preciso buscar a verdade daquilo que o ser humano é. E aqui não há respostas prontas e acabadas.

Precisamos estar sempre na busca para compreender melhor o mundo e o ser humano. E nessa busca compreenderemos também o sentido de Deus para a vida. Isso passa por aquilo que ouvimos, falamos e lemos. Passa pelas múltiplas experiências diárias.

Além da pergunta sobre a felicidade, posso me perguntar: que palavras eu tenho ouvido ou gosto de ouvir? Que palavras tenho falado? O que leio? Não tenho dúvida que as respostas a essas perguntas estão relacionadas com o sentido da minha vida. Eu gosto de escutar as pessoas porque ali compreendo o que se passa no coração humano.

Posso conhecer a pessoa pelas atitudes, mas a compreenderei de verdade quando a escutar. E que escuta preciso fazer? A escuta e a compreensão da palavra do outro não é coisa simples. Muitas vezes as pessoas analisam o que escutam do outro a partir de compreensões superficiais. Para compreender o outro e acolhe-lo, preciso entender o que é o ser humano. Isso aprenderei com a vida, mas não só.

Aprendo com a escuta atenta, com a palestra, com o interesse pelas experiências dos outros, com um bom livro, com músicas boas, com mestres que ajudam a compreender a vida e encontrar o seu sentido profundo. Aprendo com experiências de vitórias e de perdas partilhadas e escutadas. Aprendo quando sei escutar a palavra. Quem não escuta a palavra vive uma vida superficial e sem sabor. É como a flor que era para ser bonita, mas murchou por falta de água.

A vida passa, portanto, pela mediação da palavra. Não há outra forma. Tenho escutado pessoas que se isolaram do mundo e dos outros. Foram secando interiormente. A fonte da felicidade secou. Estão tristes e sem rumo. Por isso, o que eu desejo para você hoje: “Seja ouvinte da boa palavra. Dela sempre brotará um sentido novo para a vida”.

Um abraço e até a próxima semana...
Fé e Adoração
Padre Ezequiel Dal Pozzo E-mail: Colunista desde: Novembro 2016 Cantor e compositor, sacerdote gaúcho roda o Brasil evangelizando através da música e dos meios de comunicação, sem deixar de lado o trabalho pastoral.

Cantor e compositor, Padre Ezequiel Dal Pozzo tem 37 anos e exerce seu ministério sacerdotal liderando o Projeto Despertai para o Amor, de evangelização através da música e dos meios de comunicação. Desde 2009 são 5 CDs e 1 DVD gravados. O último e mais expressivo trabalho é o álbum \"Quando te encontrei\", lançado em agosto de 2015 pelas Paulinas-Comep e disponível em todo Brasil.

Natural do pequeno município de Paraí, na Serra Gaúcha, Padre Ezequiel pertence ao clero secular da Diocese de Caxias do Sul (RS). O sacerdote percorre o Brasil com shows musicais, palestras, missas e pregações, difundindo a ideia de que Deus é amor e está continuamente presente em nossos dias.

Apresenta o programa Despertai para o Amor, exibido semanalmente na TV Evangelizar e na TV Nazaré. No rádio, possui um programa diário em mais de 140 emissoras de 19 estados brasileiros e nos Estados Unidos, Colômbia e Paraguai. Também é editor da Revista Despertai para o Amor, de circulação trimestral e escreve semanalmente em mais de 70 jornais nacionais. Em 2016 avançou no caminho da literatura e lançou o livro \"Beber na fonte do amor: como a misericórdia humaniza e traz verdadeira alegria\", pela Edições Loyola. Em sua página no Facebook, seguida por mais de 120 mil pessoas, são conteúdos diários de formação humana e evangelização.

O trabalho pastoral não é deixado de lado. Em Caxias do Sul, celebra duas missas semanais com cerca de 1.000 pessoas em cada celebração, que conta ainda com transmissão ao vivo por rádio e Internet, novena a Nossa Senhora Desatadora dos Nós e benção do Santíssimo.

Graduado em Filosofia e Teologia e mestrando em Teologia Sistemática, o trabalho de evangelização adquiriu tamanha notoriedade que lhe rendeu o título de Cidadão Caxiense pela Câmara de Vereadores de Caxias do Sul em 2014.

Padre Ezequiel acredita que a música tem poder de formar o espírito. Por isso, procura utilizá-la a serviço da Palavra. Valorizando o conteúdo da letra e a beleza da melodia, suas canções podem contribuir para que as pessoas encontrem o verdadeiro sentido da vida.

Contato
Rodrigo Chernhak (coordenador de comunicação): (54) 9102.1649
Facebook.com/PadreEzequiel
E-mail: contato@padreezequiel.com.br
Site: www.padreezequiel.com.br